Mini resenha: trilha sonora (soundtrack)

by - novembro 07, 2020

Oi, minha gente tudo bom com vocês?
Quando eu estava chegando na minha adolescência, assisti um filme musical que, mais tarde viria a ser o início de uma nova era (se você chutou High School Musical acerto, mizeravi!) Acho que antes de HSM eu nunca tinha assistido alguma coisa parecida na vida. Meu sonho era ir pra uma escola assim, maas sabem como é né? Brasil não tem muito essas coisas.

Enfiiiimmmm, esse filme de certa forma revolucionou o formato de fazer cinema, os autores e diretores começaram a investir mais nesse gênero e foi surgindo mais e mais filmes e séries nesse estilo cada vez mais eu ia me interessando e foi ai que eu conheci a série Glee, ela começou a ser passada na globo e eu ia acompanhando aos poucos e gostando do que era apresentado, mas depois larguei um pouco esse gênero e por algum tempo não assisti mais nada, mas ai a pandemia começou, fiquei desempregada e com mais tempo livre para por minha lista em dia.
Foi ai que a dona Netflix me mostrou um mundo de possibilidades ainda muito pouco exploradas por mim. Pesquisei uma coisa aqui e outra ali até me deparar com a série que irei indicar pra vocês assistirem, sim é um musical, ficaram curiosos? Vem comigo então 😍

Trilha sonora - 2019 (soundtrack)

Sinopse: Amor, perda e destino se cruzam neste drama musical. Dois artistas batalham para entrar no ritmo e vivem a vida a todo volume em Los Angeles.
Trilha sonora é uma série musical em que os personagens não cantam, sim isso mesmo, eles apenas dublam as canções ou o famoso lip sync. No primeiro momento eu achei meio estranho isso tudo e tal, mas no decorrer eu fui entendendo aos poucos o que o criador Joshua Safran quis passar com isso, sabe a gente mesmo quando está em casa escutando uma música e isso faz com que a gente se sinta no clipe dessa música? Ou quando a gente está passando por alguma situação e diz "poxa, determinada música se encaixa perfeitamente aqui", pois é, esse foi o ponto em que o Joshua quis chegar com a série. 
Cada episódio mostra o ponto de vista de dois (ou apenas um) personagens e as músicas que eles "cantam" mostra o que eles estão sentindo no momento, e no final de cada episódio introduzem o famoso mashup e pra mim todos eles ficaram perfeitos, olha só ess aqui:
Achei a história leve e bem real, sem muitos arrudeios, tocando em feridas que precisavam ser tocadas para que fosse entendido a história da cada um, como por exemplo, o Dante que acabou de sair da cadeia e está tentando não voltar para o mundo do crime e quer dar orgulho para a mãe, o Sam que é um pai viúvo e que quer dar uma vida boa para o filho e que pra isso abandona sua carreira na música, a Nelie que lida com seus pais supercontroladores (mais a mãe que o pai) e que não consegue se encontrar nela mesmo e que se deixa levar pela cabeça dos outros e não consegue perceber o quão incrível artista ela é e até mesmo a Joanna que corre atras da sua carreira de bailarina, mas é rejeitada por todos os trabalhos e assim decide mudar um pouco a profissão (pelo menos por enquanto) e ajudar as pessoas. 
nelie e sam trilha sonora
Eu recomendo bastante essa série, pois ela é toda perfeitinha, aquece o nosso coração e faz a gente pensar um pouco sobre nossa própria vida. Claro que tem algumas pontas soltas e que não será nunca presas, pois a dona Netflix resolveu que não iria renovar, maasss as pontas soltas não incomodam MUITO assim como muitas outras séries que já foram canceladas, dá pra gente se conformar com o final, entende? vocês já assistiram essa série? Se não, você vai assistir agora? Me conta ai nos comentários.

Aproveita e me segue lá pelo instagram, vez ou outra eu apareço nos stories pra conversar @diariodeumadesastrada

You May Also Like

0 comentários

Oi, fique à vontade para fazer criticas, dar sugestões ou apenas comentar o que quiser (desde que não seja spam) seu comentário será muito bem-vindo.